tv face

Cezimbra participa de audiências na capital sobre saúde e segurança

Data Publicação: 07/08/2017 Publicado por: Secretaria

Cezimbra participa de audiências na capital sobre saúde e segurança

Presidente da Câmara de Vereadores, vereador Delegado Cezimbra, esteve na capital do Estado em audiências tratando sobre transferência dos serviços de oncologia(tratamento do câncer) para a cidade de Carazinho e também sobre a transferência do presídio estadual de Sarandi para outro local . As audiências foram no dia três de agosto.

Na Secretaria Estadual da saúde o presidente da Câmara de Vereadores , atendendo pedido dos vereadores do PDT Wilmar Azeredo e Rudimar Signor, acompanhados pelo presidente do PDT, Nilton Debastiane e Lenomar de Jesus, assessor parlamentar, a audiência foi com Francisco Paz, Secretário Adjunto daquela secretaria. Foi encaminhada solicitação para a transferência dos atendimentos oncológicos , tratamentos de câncer, do Hospital Santa Terezinha de Erechim para o Hospital de Caridade de Carazinho que ofereceu esse serviço. Cezimbra disse que são treze os municípios que reivindicam essa mudança, Sarandi, Chapada, Novo Barreiro, Barra Funda, Constantina, Engenho Velho, Gramado dos Loureiros, Novo Xingu, Nova Boa Vista, Ronda Alta, Rondinha, São José das Missões, Sagrada Família, Três Palmeiras e Trindade do Sul. A audiência foi tambem acompanhada pelos assessores parlamentares dos deputados Marcio Biolchi e Wilmar Zanchin.

Na Secretaria Estadual da Segurança Públicam atendendo pedido do prefeito Leonir Cardozo, o presidente do Legislativo, Edson Cezimbra, esteve em audiência com o secretário Cezar Schirmer e o secretário adjunto Coronel Everton Oltramari, os prefeitos Daniel Talheimer de Nova Boa Vista, Marcos Piaia de Barra Funda, o promotor Rafael Ricardi e representantes da Susepe. Nesse encontro foi mostrado ao secretário Schirmer a situação atual do presídio estadual de Sarandi e solicitada a transferência para outro local.

O presidente da Câmara de Vereadores esclarece que a solicitação ao Governo do Estado , “ não é para a cosntruição de um segundo presídio e sim a transferência do atual para um outro local e a demolição do atual”( Jose Leal-Divulgação Câmara de Vereadores)